Como sobreviver aos procedimentos cirúrgicos?



Ao receber a notícia da necessidade de um procedimento cirúrgico, muitos sentimentos se afloram. Na grande maioria das vezes, surgem o medo e uma pergunta clássica: “Será que vai cicatrizar sem problemas?”.


Não é sem importância essa preocupação, pois a boca é um ambiente que dificulta o processo. Com uma flora bacteriana ativa e sendo nosso meio de alimentação, esse sim pode dificultar e muito esses dias de tanto cuidado.


Na minha carreira, muitos estudos tiveram importância na minha vida clínica, porém um dos que eu tenho grande carinho é o PRF (platlet-rich in fibrina). Ele é um centrifugado sanguíneo que acelera cicatrização. Quando faço qualquer procedimento cirúrgico, através de uma coleta de sangue simples, assim como fazemos em nossos exames de rotina, esse sangue coletado vai para uma máquina que consegue concentrar as células que fazem a nossa cicatrização. Essas células ficam tão unidas que conseguem ter um aspecto de esponja, onde assim são recolocadas nas regiões cirúrgicas, no mesmo momento, sem a necessidade de um novo procedimento, acelerando todo o processo e praticamente tirando as chances de qualquer infecção.


Como disse, me lembro com carinho de muitas etapas de minha formação acadêmica, mas ter estudado com o francês Joseph Choukroun, inventor da técnica, me trouxe uma mudança profissional expressiva, refletindo nos cuidados e melhora acelerada de minhas cirurgias.


Aproveitemos cada dia mais da tecnologia e sempre no interesse na busca de grandes mudanças para os nossos pacientes.


Dr.

Rogério Bragança

#ortoimplan #PRF #cicatrizar #dentista #rogério #joseph #choukron #cirurgia #dente #bragança #pacientes #exame #rotina #platletrich #medo #procedimento #Dr #bucal #cicatrização #flora #bacteriana #blog #orto

Posts Em Destaque
Posts Recentes